caxixi

Caxixi

atabaquetoy

Abataque

berimbautoy-thumbnail2

Berimbau

Meu primeiro contato com a capoeira foi através de um amigo japonês, aqui no Japão em 2014.

Mesmo sendo brasileira, foi na Terra do Sol Nascente que assisti pela primeira vez uma roda de capoeira ao vivo. Era como se eu estivesse em solo brasileiro. Foi inesquecível! Para meu espanto, o grupo (Capoeira Vadiação) que se apresentava era composto somente por japoneses que cantavam as músicas em português e tocavam os instrumentos como berimbau, pandeiro, atabaque, agogô e reco-reco com muita naturalidade e entusiasmo.


Senti interesse e comecei a ir assistir alguns eventos de capoeira, até o dia em que assisti um vídeo de uma entrevista de um mestre de capoeira. Fiquei encantada como ele se referia a ela e a maneira com que apresentava os movimentos. Era notável a sua habilidade, firmeza e segurança. Transparecia uma tranquilidade e uma classe impecável em cada movimento. Ele falava com sutileza a filosofia que existia na capoeira. 

 

IMG_4227 - コピー

Mestre Brasília

No dia 16 de janeiro de 2016, pela primeira vez, tive a oportunidade e o privilégio de conversar com esse mestre de capoeira e pude entrevista-lo aqui no Japão.
Seu nome, Antônio Cardoso Andrade, o Mestre Brasília.

Aqui transcrevo o meu sentir, depois de ouvi-lo falar durante nossa conversa.

 

DSC_0257 - コピー

Oficina Nagoya


Um homem simples, que busca através da filosofia budista, se tornar cada dia uma pessoa melhor. Um mestre que procura se melhorar e melhorar seus alunos, mostrando as diferentes maneiras de ação numa determinada situação, apenas com a observação, consciência e muito treino.

 

DSC_0256 - コピー

Palavras do Mestre

Durante a oficina em Nagoya, em cada movimento, em cada orientação, o mestre colocava frases simples, como, “Nunca aplique um golpe sem antes ter certeza de que sabe aplica-lo. Senão, seu “tiro” pode sair pela culatra!” ou  “É como fazer uma compra sem antes ter dinheiro suficiente para paga-la! “

DSC_0232 - コピー

Jogo com o Mestre

Ao som de uma musicalidade rítmica produzida pelo conjunto harmônico dos berimbaus, atabaque, pandeiros, agogô, reco-reco e a puxada de voz seguida por um coro de vozes, iniciava-se a roda. Parecia que todo o corpo trabalhava em ritmo.

DSC_0233 - コピー

Cumprimento antes da roda (Liberdade e Mestre Brasília)

Um dos principais pontos da capoeira é a observação. Depois o reconhecer.

Como diz o mestre Brasília, “Atacar sem atacar… Contra atacar sem nem mesmo o outro perceber que foi atacado!”.

DSC_0236 - コピー

Ataque e defesa

Dentro do jogo, se manifesta aquilo que ele tem dentro de si, como se estivesse nas relações do mundo lá fora.

Podendo se trabalhar o respeito, a malicia, o ego, a responsabilidade, a maldade, a provocação, o poder, a liberdade, etc…

DSC_0238 - コピー

Benção

A Capoeira é mais que movimentos.Ela é aprendizado, é manifestação, é grupo, é UNIDADE!

A capoeira é eu, é você, somos NÓS.
Ela não tem uma cor.
Onde quer que ela passe, ela traduz sua cor.
É a troca de cores natural.

DSC_0258 - コピー

Palavras do Mestre Brasília

Hoje, sinto me muito feliz em saber que temos tantos praticantes dessa arte marcial em solos nipônicos!

DSC_0259 - コピー

Aprendendo mais pela Paz – Mestre Brasília – Nagoya

É a troca de cultura, é a força de uma arte de raiz, é o nosso Brasil, que se faz presente na capoeira, trazendo a integração da raça humana!

この記事を書いた人

久保園 清美 (Rosangela Kubozono)
ブラジルサンパウロ生まれ、25年以上日本に住み、二人の母親です。語学相談員として小学校をサポートし、毎日大好きな子供達と過ごし楽しんでいます。花も大好きで生け花を習っています。
Brasileira, natural de São Paulo (capital). Reside no Japão há mais de 25 anos. Mãe de dois filhos. Trabalha com crianças estrangeiras em escola japonesa. Estuda e pratica o arranjo floral japonês (Ikebana).